× iCasei

Baixe o App do nosso casamento e busque: nataliaandre2018

Baixar

Natália e André

SEJAM BEM-VINDOS AO NOSSO SITE
Natália e André

Sobre os noivos

Como é bom recordar! Conheça os detalhes da nossa caminhada até esse grande sonho do nosso casamento.

Foi no dia 02/03 de fevereiro de 2013! Formatura de direito da FDV no Centro de Convenções de Vila Velha. Nossas primas se formavam. Quem nos apresentou? Meu primo Vinicius... E rolou conversa, vodka, conversa e beijos. Poderia ser diferente, dizer que rolaram olhares entre a festa... mas não! Foi assim! Foi perfeito...

Depois desse dia? Quem lembrava de quem? kkkkkk Como esquecer de um cara que se despediu imitando um galo? 

E foram dias no facebook, whatsapp, falando no celular e assim vai... Foram dias de idas e vindas, Vitória x Iconha, Iconha x Vitória, depois Iconha x São Roque do Canaã, São Roque do Canaã x Iconha. E assim continuamos até hoje! Cinco anos de muito amor, de muitos cachorros (filhos), alergia, risadas, saudades...

E hoje sabemos que aquela madrugada no CCVV, a base de vodka, foi a melhor noite de nossas vidas!

Acima, figuração feminista. Abaixo, relatos de macho!

Primeiramente, se ela não me jogasse na cara anualmente, nunca lembraria da data, até porque somente tenho breves relatos daquela noite (NOTA1: quero deixar bem claro, que nao consumo bebidas alcoólicas, naquela noite estava muito cansado devido o trabalho exaustivo, justifico de forma bem esclarecedora minha falta de memória, PONTO FINAL). Recordo... que era a formatura da minha prima (NOTA2: ainda tenho dúvidas se Natália estava lá somente me perseguindo, e se realmente algum parente dela estava se formando, desculpa Doyda :3), mas enfim, melhor ignorar este fato da história. Continuando.. A Ruiva de cabelos fluorescentes/radiantes da cor do pecado, estava sentada lindamente em um ponto estratégico, aguardando minha passagem com o cumplice "chupeta" (NOTA3: "chupeta" = sujeito sem vergonha que estudou comigo durante uma década na faculdade de medicina, opa era engenharia, com inúmeradas passagens nas casas de show de Vitória), e com uma garrafa de WHISKY VAZIA (NOTA4: não era vodka kkkkk.., nem tinha vodka na festa). Agora é serio rsrs... sem mais enrolação, vou contar o início destes 5  anos de muito amor envolvido, descrito de forma detalhista para VOCÊ.. O "chupeta", subornado pela ruiva por curtidas em fotos do instagran, me chamou para conversar, assim que me aproximei, chupeta se levantou e se retirou do local, me deixando sozinho no alcance daquela mulher de sorriso largo, perfume viciante, baton vermelho e olhar apaixonante, ...inocentemente cai na armadilha e aqui estamos. ESSA É A HISTÓRIA REAL, NADA MAIS. 

Garota, te amo!

Obrigado por ser assim (as vezes).

NOTA5: o Galo é simplesmente um ícone da cultura são roquense. suaVACA!